Luiz Medeiros toma posse como novo procurador de justiça; Valter Acioly é eleito ouvidor do Ministério Público

Imprimir
PDF
Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter
Tamanho da Fonte:

O Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE/AL) tem um novo procurador de justiça. Luiz de Albuquerque Medeiros Filho, que até então desempenhava suas atribuições na 13ª Promotoria de Justiça da Capital, foi empossado, nesta sexta-feira (10), no assento que antes pertencia ao procurador Afrânio Roberto Pereira de Queiroz, aposentado mês passado. A posse foi dada pelo Colégio de Procuradores. Na mesma solenidade, o procurador de justiça Valter Acioly foi aclamado ouvidor da instituição.

A solenidade aconteceu no final da manhã, no prédio-sede do Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE/AL), e contou também com a presença da família de Luiz Medeiros. O presidente do Colégio, procurador-geral de justiça Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, falou da alegria de ver Medeiros como o novo integrante daquele colegiado e e das suas qualidades pessoais e profissionais. “Tenho plena convicção de que o senhor vem para cá para somar esforços junto com os demais procuradores de justiça. Luiz Medeiros é competente, estudioso. Mas, acima de tudo, é um conciliador. E, nesse mundo tão conturbado, a conciliação é fundamental. Seja muito bem-vindo”, disse p chefe da instituição.

Alfredo Gaspar foi seguido em seu discurso pelo procurador de justiça Valter Acioly. Como determina o regimento, o mais membro empossado para integrar o Colégio é recepcionado pelo procurador mais novo no colegiado durante a sessão. “Quero dizer da minha alegria de poder receber o colega Luiz Medeiros neste momento. Ele é detentor de vários requisitos valorosos pessoais e profissionais. E tem uma grande capacidade para trabalhar, servir e atuar com firmeza. Inclusive, firmeza essa que nasceu na família, instrumento tão importante para nos conduzir em todos os nossos passos durante a vida”, declarou.

“É uma felicidade ter Luiz Medeiros entre nós, como procurador de justiça. Vossa excelência contribuiu muito para as boas ações que o Ministério Público desenvolveu. Sei que está trazendo o que de melhor tens dentro da sua capacidade profissional”, emendou o subprocurador-geral Administrativo Institucional, Márcio Tenório de Albuquerque.

“Nosso desejo a ele é de boas-vindas. O acolhimento deste Colégio de Procuradores será o melhor porque sabemos que estamos recebendo um homem decente, do bem. E no que eu puder ajudar, estarei sempre à disposição”, afirmou o procurador Marcos Méro.

“Costumo dizer que Luiz Medeiros consegue ter os sentimentos de nobreza e sabedoria ao mesmo tempo. Só que preciso fazer uma distinção quanto a essa duas qualidades. Muitas vezes, quem é culto, não consegue ser sábio. Mas Luiz Medeiros sabe ter sensatez, equilíbrio, consciência e compreensão do outro e da vida. É por isso que este Colégio já está se enriquecendo com a sua chegada”, comentou o procurador Geraldo Magela.

“Foi com muita alegria que vi meu nome ser votado por unanimidade. Muito obrigada por toda essa confiança. Chego aqui para somar, com certeza. Mas, acima de tudo, quero aprender com cada um de vocês. Disputei com nomes muito competentes e isso me honra bastante. Graças a Deus estou aqui para fazer parte do Colégio de Procuradores e vou trabalhar dando o melhor de mim”,, garantiu o novo procurador de justiça.

Luiz Medeiros trabalhou por 21 anos na 13ª Promotoria de Justiça da Capital, que lida com processos judiciais e procedimentos extrajudiciais ligados à proteção jurídico-social da infância e da juventude, com atuação diante da 28ª Vara Cível da Capital. Mais recentemente, ele estava lotado na 14ª Promotoria de Justiça da Capital, cujas atribuições são desempenhadas em procedimentos de interesse da Fazenda Municipal da Capital.

Procurador Valter é eleito ouvidor

Também por aclamação, o procurador de justiça Valter Acioly foi eleito, nesta sexta-feira (10), o novo ouvidor do Ministério Público. Ele passa a ocupar o cargo deixado pelo também procurador José Arthur Melo, que assumiu a função, em outubro último, após a aposentadoria do então ouvidor, procurador de justiça Afrânio Roberto Pereira de Queiroz.

“Eu tenho uma filosofia de vida e ela diz que e a gente tem que amar, sempre. E isso pode ser aprendido todos os dias. Neste Colégio eu também aprendo sobre o sentimento de amor e, a partir de agora, quero poder praticá-lo com as pessoas que vão vir à nossa instituição. Sei que vou precisar ser firme em alguns momentos na minha atuação como ouvidor, mas quero poder fazê-lo com harmonia. Na verdade, o que quero mesmo é ajudar a população a ter respostas mais rápidas aos seus reclames”, comentou Valter Acioly.

Como ex-ouvidor, José Arthur Melo sugeriu à administração superior que dotasse a Ouvidoria de mais servidores, de modo que o setor possa desenvolver melhor suas atividades. E o procurador-geral de justiça prometeu atendê-la a médio prazo. “Vamos fazer um concurso público para a área firme e, certamente, quando tivermos um quadro maior de funcionários, iremos designar novos servidores para a Ouvidoria. Esse é um compromisso que assumo aqui, nesta reunião”, assegurou Alfredo Gaspar de Mendonça Neto.

Conselho Nacional do Ministério Público Conselho Nacional dos Procuradores Gerais Associação Nacional dos Membros do Ministério Público Colégio de Diretores de Escolas dos Ministérios Públicos do Brasil Conselho Nacional dos Ouvidores do Ministério Público Associação do Ministério Público de Alagoas Tribunal de Justiça de Alagoas